O novo triciclo Benur não será exatamente um veículo off-road. Mas para quem sofre de mobilidade reduzida, trata-se verdadeiramente de um veículo todo o terreno, que promete grandes ganhos em termos de autonomia e independência.

Benur

O Benur é um triciclo motorizado, com um motor elétrico, que pode ser movido manualmente caso seja preferível ou necessário (como uma cadeira de rodas). O seu criador, Joseph Mignozzi, motociclista aficionado, sofreu um acidente no início da década e daí lhe veio a motivação para o desenvolvimento desta ideia. O Feder, fundo da Política de Coesão da União Europeia, cofinanciou o desenvolvimento deste projeto.

Mais elevado e com rodas maiores e mais resistentes do que as de uma cadeira de rodas, o Benur tem um aspeto significativamente mais possante do que os veículos motorizados que habitualmente se associam às pessoas com deficiência motora. De resto, Mignozzi tem verificado que as pessoas que vêm o veículo pela primeira vez nem sempre compreendem que se trata de um veículo adaptado, isto é, de uma “cadeira de rodas motorizada”. O Benur parece um verdadeiro veículo de estrada e comporta-se como tal, embora a sua vocação primária seja a circulação em ciclovias.

O nome foi inspirado em “Ben-Hur”, personagem principal do célebre filme do mesmo nome, com Charlton Heston no papel principal. Numa das cenas mais emblemáticas do filme, ao longo de nove minutos, o judeu Ben-Hur enfrenta diversos adversários romanos numa corrida de bigas, os velozes carros de tração animal utilizados no Império Romano. A semelhança visual do veículo com as bigas do filme levou Mignozzi a idealizar este nome.

Adaptado a todo o tipo de terreno

De acordo com a Euronews, o Benur tem uma autonomia de 130 km e uma velocidade máxima de 25 km/h, prevendo-se que venha a funcionar num sistema de partilha e autosserviço. Numa primeira fase, estará disponível em França. O veículo deverá poder circular nas estradas e, inclusive, em caminhos não asfaltados.