O 4×4 todo o terreno nem sempre é considerado como uma categoria de desporto automóvel ao mesmo nível das restantes. O problema não será do desafio ou da dificuldade, mas apenas da cobertura insuficiente que recebe. Vejamos em seguida algumas das principais provas de offroad do mundo.

Dakar

Esta é “a” prova de todo o terreno do calendário mundial. O poder da marca do Rali Paris-Dakar, estabelecido desde 1978, tornou-se absolutamente icónico, ao ponto de se poder considerar que estabeleceu o offroad 4×4 como uma nova categoria de desporto motorizado. No início da década de 2000, a prova atingiu o auge da sua popularidade, ao ponto de ter mais de 600 pilotos inscritos para a prova de 2005. A mudança para a América do Sul em 2008 (por questões políticas) não lhe retirou popularidade.

As apostas desportivas online, em plataformas como o 1xbet-portugal.pro, estão em alta com a presença confirmada de um campeão de Fórmula 1 pela primeira vez num Dakar, em 2020: Fernando Alonso. Desgostoso por não conseguir uma equipa de Fórmula 1 à altura do seu talento, o espanhol tem tentado deixar um legado no automobilismo conseguindo vitórias noutras categorias. Depois de vencer as 24 Horas de Le Mans, tentará a vitória no Dakar. É tentador apostar numa vitória surpresa do bicampeão espanhol de Fórmula 1; conseguirá?

King of the Hammers

Se a Fórmula 1 tem a IndyCar e as 500 Milhas de Indianápolis, o Dakar tem o King of the Hammers. Decorrendo anualmente em fevereiro, num vale rochoso da Califórnia, esta prova é um teste duríssimo à resistência de máquinas e pilotos, com vários percursos literalmente sobre pedregulhos – dureza e espetáculo à americana.

África Eco-Race

O Dakar mudou para a América do Sul mas a ameaça terrorista estabilizou e logo outros organizadores quiseram recuperar o espírito – e o traçado – do Paris-Dakar. Assim surgiu em 2009 a África Eco-Race, com lugares de partida diferentes mas sempre a passar por Marrocos, Mauritânia e Senegal.